domingo, 30 de dezembro de 2007

Requalificação urbana do Porto de Cachoeira

Começaram as obras de requalificação urbana do Porto de Cachoeira, nas margens do rio Parguaçu. O projeto é mais uma ação do Programa Monumenta que visa restaurar e revitalizar o patrimônio arquitetônico da cidade Monumento Nacional. Inicialmente a conclusão das obras estavam previstas para o mês de agosto de 2008, mas em função dos festejos tradicionais de São João, naquele local, foi feito um acordo entre os técnicos do Programa Monumenta e a prefeitura municipal para antecipar para junho a conclusão do projeto. Estão previstas intervenções em todo calçamamento da área do porto, recuperação das escadarias que dá acesso ao Rio Paraguaçu, passeios dos jardins, substituição dos postes de iluminação elétrica, além da implantação da fiação subterrânea e obras de esgotamento sanitário. Atualmente o Programa Monumenta restaura a Igreja de Nossa Senhora da Conceição do Monte e está construindo o campus da UFRB-Universidade Federal do Recôncavo da Bahia em Cachoeira, nas antigas instalações da fábrica de charutos Leite Alves, e a sede da Fundação Hansen Bahia no mesmo quarteirão.

Terapia intensiva em São Félix

O grande avanço na prestação de serviços médicos de alta complexidade na região foi o início do funcionamento pleno da Unidade de Terapia Intensiva do hospital da Santa Casa de Misericórdia de São Félix. Em toda região, um pólo integrado por cerca de 40 municípios, a UTI da Santa Casa de São Félix é a única disponível para a população. A oferta do serviço exigiu um grande esforço de investimento por parte da Santa Casa de Misericórdia tanto para a construção do anexo que abriga a UTI, um prédio moderno de pavimentos servidos por elevador como na capacitação e contratação de mão de obra qualificada para tratamento intensivo. São dez leitos de terapia intensiva que estão ajundado a salvar vidas de pessoas do Recôncavo. Antes do funcionamento da unidade de alta complexidade médica, os pacientes que necessitavam de internamento em UTI tinham que ser transferidos para Salvador. O credenciamento do serviço pelo SUS-Sistema Único de Saúde permite que todos os cidadãos tenham acesso ao tratamento. Vale ressaltar que o suporte oferecido atualmente pela UTI já permite a realização de cirurgias de alta complexidade, a exemplo das neurocirurgias, cirurgias cardíacas, implantação de próteses dentre outras já podem ser realizadas também em São Félix.

sábado, 29 de dezembro de 2007

Casarão restaurado permanece fechado

Inaugurado com toda pompa e circunstância pelo governador Jaques Wagner, para, supostamente, servir de pouso para os técnicos do Instituto do Patrimônio Histórico, Artístico de Cachoeira, o casarão da Ladeira Bejamin Constant, que antes abrigava o Arquivo Municipal permanece fechado e o mato tomando conta do seu entorno e fundos. A obra de restauração foi iniciada e concluída no governo de Paulo Souto, pelo Programa Monumenta do Ministério da Cultura com financiamento do BID -Banco Interamericano de Desenvolvimento, e contrapartida do governo do estado. O imóvel pertence ao IPHAN e, durante mais de três décadas, abrigou o acervo do Arquivo Público Municipal. Com o Programa Monumenta, o IPHAN decidiu tomar de volta o seu imóvel e transferir o Arquivo Municipal para a Rua Sete de Setembro, na casa onde nasceu o jurista Augusto Teixeira de Freitas, que foi restaurado para esta finalidade, apesar do parecer contrário dos técnicos da Fundação Pedro Calmon. Agora o casarão está fechado e se deteriorando. Era assim que o IPHAN queria. (A foto foi tirada logo após as conclusões das obras de restauração).

Seminário de Literatura, Linguagem & Expressão

Dos dias 08 a 12 de Janeiro, Cachoeira sediará o Seminário de Literatura, Linguagem & Expressão - Um evento que se propõe a construir um espaço de reflexão, fomento e vivência da experiência literária na região do Recôncavo.

O evento será viabilizado através do apoio do NESPOC – Núcleo de Estudos Sociedade, Política e Cultura da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), do Centro Cultural Dannemann, do Pouso da Palavra, da Casa de Barro. O evento tem o apoio e logística da Pró-reitoria de Extensão da UFRB.

Através de debates, recitais, exposições, palestras e oficinas, o seminário reunirá criação literária e reflexão, e todo o material que será reunido, posteriormente, se tranformatá em publicação.

Segundo o Professor Nuno Gonçalves, que está na organização do evento, a presença da UFRB, em Cachoeira, foi marcada, em 2007, por diversos momentos de experimentação poética e literária onde confluíram docentes, discentes e pessoas da cidade e da região: 'nas atividades dos equipamentos culturais, como o Centro Cultural Dannemann, Terreiro Cultural e o Pouso da Palavra, nas exibições de filmes nas ruas, nos corredores e nas paredes da universidade, a literatura tem surgido como expressão do turbilhão de experiências vivenciadas coletivamente neste primeiro ano de existência' analisa Nuno.

Dos dias 08 a 12 de Janeiro, Cachoeira sediará o Seminário de Literatura, Linguagem & Expressão - Um evento que se propõe a construir um espaço de reflexão, fomento e vivência da experiência literária na região do Recôncavo.

O evento será viabilizado através do apoio do NESPOC – Núcleo de Estudos Sociedade, Política e Cultura da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), do Centro Cultural Dannemann, do Pouso da Palavra, da Casa de Barro. O evento tem o apoio e logística da Pró-reitoria de Extensão da UFRB.

Através de debates, recitais, exposições, palestras e oficinas, o seminário reunirá criação literária e reflexão, e todo o material que será reunido, posteriormente, se tranformatá em publicação.

Segundo o Professor Nuno Gonçalves, que está na organização do evento, a presença da UFRB, em Cachoeira, foi marcada, em 2007, por diversos momentos de experimentação poética e literária onde confluíram docentes, discentes e pessoas da cidade e da região: 'nas atividades dos equipamentos culturais, como o Centro Cultural Dannemann, Terreiro Cultural e o Pouso da Palavra, nas exibições de filmes nas ruas, nos corredores e nas paredes da universidade, a literatura tem surgido como expressão do turbilhão de experiências vivenciadas coletivamente neste primeiro ano de existência' analisa Nuno.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Feliz 2008 para todos assim como deseja Luisa Mahin

Desejo assim:
Todas as coisas boas que normalmente se deseja nesta época do ano, para todas as pessoas que ampliam nossa respiração, aumentam nossos silêncios e nos fazem rir à toa, rir sozinhos, rir no improvável e que dão aquele tranquilo "consentimento" para chorar silenciosamente quando ainda não estamos entendendo ou aceitando direito algumas coisas...
Desejo justiça, menos pobreza e desigualdade social. E que a gente aprenda mais e mais a viver a diversidade... exercitar o respeito, a solidariedade e a partilha.
Desejo tudo de bom que se deseja para aquelas pessoas que entendem que a gente não entende um bocado de coisas...
E desejo tangerinas doces, manhãs de sol, tardes de chuva com pipoca e filmes, entardeceres com chá e livros, noites com pernas entre pernas, sorrisos em sorrisos, lágrimas em mãos...
Desejo amanheceres preguiçosos, despertares rápidos para viagens desejadas, noites não dormidas na excitação de chegadas, de partidas, de realizações...
Desejo mãos... pés, pernas... Desejo olhos, salivas, peles. Desejo abraços...
Desejo mesmo que a vida continue, que continuemos nela...
Que de vez em quando olhemos o céu, o vento nas árvores e todas as dádivas que nos circundam.
Desejo sabores e desejo calmas.
Desejo desejos e que vocês continuem fazendo parte de meus sorrisos, meus dias, minhas lembranças...
Que venha 2008 e o façamos bom e nos façamos um pouquinho melhor nele. Para nós, para nosso planetinha casa, para aqueles que cruzam nossos caminhos e para os que nos enviam água, maçãs, feijões e milho...
Que a Terra continue girando nesta rota elíptica que supomos ela girar e que às vezes sentimos pelo movimento do sol, dos pássaros, das águas, dos ventos, das frutas...
Que estejamos Vivos, na Vida, neste e em muitos dos outros dias que virão!
Que a vida gire e possamos dançar com ela.
Axé, muito Axé, fé na Vida e sabedoria para discernir sobre as lições que ela nos dá...
Luísa Mahin Nascimento

sábado, 22 de dezembro de 2007

Atitude cidadã do ano

Merece elogios, a atitude da diretora e dos professores de uma escola da rede estadual de ensino de uma cidade do Recôncavo que teriam recebido as visitas cínicas de militantes políticos e de donos de gatas alaranjadas(empresas de construção civil dirigida por "laranjas") que estaraim se apresentando como aliados do governador Jaques Wagner. A diretora e os professores teriam rechaçado, a tentativa de manipulação do processo de cotação de preços e seleção da empresa para a reforma do estabelecimento para beneficiar uma suposta mini quadrilha. A chamada "gang do pó de giz" já estaria atuando em outras escolas, usando os estratagemas do tráfico de influência para beneficiar uma rede que envolveria falsos empresários e políticos hipócritas que falam sobre ética e lisura, mas agem como os piores dos salafrários, como no caso das reformas dos colégios estaduais no Recôncavo Com aliados assim, o governador Jaques Wagner não vai precisar de inimigos para arranhar a imagem do seu ainda pálido governo.

Calendário Pompom

Depois de um breve sumiço, eis que Pompom reaperece para protagonizar mais uma façanha hilária. Desta feita, reapareceu como o "homem calendário de pagamentos e antecipações dos aposentados". Numa emissora de rádio local, onde costuma revelar toda a sua verve aloprada deitou falação sobre as datas de pagamento dos aposentados da previdência social. Ninguém entendeu nada. Depois de se autoproclamar representante legítimo do Governo do Estado para Cachoeira e Região, Pompom agora atacou de porta voz da Previdência Social. Falou, falou, falou... Mas, ninguém entendeu quase nada. Contudo, algumas pessoas entenderam e muito bem, qual era a verdadeira intenção Pompom às vésperas do Natal. Pompom não conseguiu esconder que estava mesmo, era de olho na grana dos velhinhos para incrementar o seu comércio. Não consegue nem driblar as suas próprias contradições. Pompom, além de tudo, também é interesseiro. De olho na grana dos velhinhos, hein?

Lyra Ceciliana fecha com sucesso, o Programa Concertos Natalinos

A Sociedade Orpheica Lyra Ceciliana fechou com chave de ouro o Programa Concertos Natalinos, promovido pelo Projeto Câmara Cultural da Câmara de Vereadores de Cachoeira, que ao longo deste ano realizou importantes eventos culturais para a população. A Lyra apresentou diversas composições sobo a regência do maestro Orlando José Mascarenhas. Uma da peças do repertório os músicos da filamônica foram regidos pelo professor Jessé do Carmo Conceição. O último dia do Programa Concertos Natalinos começou com a apresentação do Sexteto de Madeiras que apresentou um repertório de músicas clássicas e músicas natalinas. No primeiro dia da programação se apresentaram a Sociedade Lítero Musical Minerva Cachoeirana e a Orquestra de Sinos do Instituto Adventista de Ensino do Nordeste(IAENE). O público presente nos dois dias da programação comprovou que há espaço para a música de qualidade nas programações culturais da Cidade Heróica e Monumento Nacional.

Novas ações da Saúde em São Félix

Durante o encontro de avaliação do desempenho das atividades de 2007 da Secretaria de Saúde do município de São Félix, realizado no último dia 20, o médico Odilon Cunha Rocha, anunciou novas ações do setor para o próximo. A distribuição de glicosímetros para diabéticos em todos os Postos de Saúde da Família, conforme decreto da presidência da República, foi a primeira ação anunciada pelo secretário na abertura do encontro que reuniu no Ginásio de Esportes Cândido dos Santos, trabalhadores da saúde, membros do Conselho Municipal de Saúde.
O incremento do sistema de transportes de pacientes da localidade conhecida como a Curva do S na zona rural para os centros de referências do sistema de saúde da sede do município, será uma das prioridades da Secretaria Municipal de Saúde, que também vai adquirir uma nova ambulância. Está prevista também, a aquisição de dois novos veículos para renovação da frota de veículos que dar suporte ao setor de Saúde, de acordo com o secretário. A Secretaria de Saúde no próximo ano reorganizar o serviço de transporte de pacientes que necessitam de tratamento fora do município de São Félix. Além dessas medidas operacionais que vão melhorar o atendimento à população, a Secretaria de Saúde vai implantar uma rede de esgotamamento pluvial nas comunidades do Salva Vidas, Varre Estrada e Januário, com objetivo de proporcionar saneamento básico de qualidade aos habitantes destas áreas. O plano de ações prevê ainda a conclusção da sobras do Complexo de Saúde de São Félix qu vai abrigar duas USFs e Centro de Atenção Odontológica, que atualmente funcionam em prédios alugados. Também é meta para 2008, a consolidação da Unidade de Saúde da Família Psicosocial. Além dessas metas, o munícipio pretende ampliar o acesso da populção aos serviços de média complexidade que não são disponibilizados pelo Sistema Único de Saúde- SUS.

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Danton quebra protocolo e toca sanfona na Câmara

O músico Danton, um dos quatro homenageados com o título de cidadão cachoeirano, em sessão especial realizada ontem à noite, quebrou o protocolo e, em vez de discursar, usou a sua sanfona para agradecer a honraria que acabara de receber. Ao ser convocado para receber o título honorífico de cidadão cachoeirano, o músico radicado há mais de quatro décadas em Cachoeira, tocou algumas estrofes da famosa Asa Branca, de Luiz Gonzaga, para fazer uma paródia de agradecimento aos vereadores e ao povo de Cachoeira. Em seguida, executou uma composição de sua autoria em homengem à Feira do Porto, evento que popularizou o seu talento em todo País. Na mesma solenidade, também foram homenageados com o título de cidadão cachoeirano, o radialista Adilson Nascimento, o dentista Tarcísio Dayube e o sargento do Tiro de Guerra, Júlio de Barcelos Sainz. Numa noite de quebras de protocolo, o presidente Wilson Souza do Lago, permitiu que as funcionárias da Câmara, Conceição e Alina, esta últiam filha de Adilson Nascimento, fizessem a entrega do título ao radialista. O presidente da Câmara, ainda concedeu a palavra ao advogado Heraldo Cachoeira, que usou a tribuna para ler um poema de sua autoria para os homenageados da noite.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Encontro avalia desempenho da Saúde em São Félix

Comunidade, servidores municipais e gestores públicos do município de São Félix, estarão reunidos na próxima quinta-feira, dia 20, às 9 horas, na Quadra Poliesportiva, para uma avaliação do desempenho anual das ações da Secretaria de Saúde. Este foi, sem dúvida, mais um ano de importantes realizações no setor de saúde do município de São Félix que tem apostado nos investimentos para melhorar o atendimento à população com qualidade. São Félix vem adotando um modelo de políticas públicas para o setor de saúde valorizando a integração das ações de todas as secretarias da gestão municipal visando porporcionar a melhoria da qualidade de vida de todos os habitantes do município. Este é um trabalho que a cada dia amplia o conceito globalizado de promover saúde pública, servindo como exemplo para a região. Uma das ações que merece destaque que é exemplo deste modelo é a academia de ginástica para as pessoas da terceira idade, que também pode ser utilizada por pessoas de todas faixas etárias, inaugurada este ano pela prefeitura de São Félix. Além da infra-estrutura de saúde que dispõe, com os funcionamentos das Unidades de Saúde da Família e CEO(Centro de Especialidades Odontológicas), o município vem priorizando intervenções em diversos locais para a melhoria das condições do saneamento básico, requalificação urbana, que contribuem para que os sanfelistas tenham uma vida mais saudável e o incentivo às práticas esportivas.

sábado, 15 de dezembro de 2007

"A guerra das calçolas"

A prefeitura de Cachoeira decidiu disciplinar o comércio ambulante de confecções no centro da cidade. O que está dando muito pano para manga. A medida mais radical foi determinar um dia(quarta-feira) , apenas, para a instalação de barracas de confecções de camelôs de outras cidades. Ultimamente, os camelôs de outras cidades praticamente comercializavam seus produtos(calçolas, califons, vestidos, blusas, sais, calças, etc) quase todos os dias. A concorrência não estava agradando aos camelôs cachoeiranos. Mas não não é só isto. A presença de um grande número de barracas num espaço pequeno estava provocando grandes transtornos na área da feira-livre, uma das maiores da região: engarrafamento do trânsito, espaços apertados para circulação de consumidores na área da feira. Uma verdadeira balbúrdia, ,principalmente aos sábados quando são realizadas as feiras-livres da cidade. A prefeitura vinha tentando disciplinar o comércio ambulante já há algum tempo, sem êxito. Tentou transferir as barracas de roupas para a laje construída equivocadamente sobre o Riacho Pitanga. Os camelôs resistiram. Na quarta-feira passada, um decreto assinado pelo prefeito Tato Pereira surpreendeu os camelôs: "instalação de barracas de ambulantes de outras cidades só ás quartas-feiras". Foi o maior bafafá. Madames consumidoras da boutique camelo, desmaiando e excomungando o prefeito, políticos oportunistas querendo tirar proveito da situação. A vizinha cidade de São Félix decidiu receber os camelôs. Foi uma festa. As barracas foram instaladas na Avenida Salvador Pinto, nas imediações do Centro Cultural Dannemann. Resta saber se a prefeitura de São Félix vai permitir que os barraqueiros perneçam no local todos os dias, como queriam fazer em Cachoeira. No mais, tudo é festa e motivo de futrica. O episódio já ganhou até uma denominação: " a guerra das calçolas". Eu até já me acostumei com a mudança. Atravessei a Ponte D. Pedro II e foi escolher os meus modelitos extra-grande para as festas de final de ano no camelódromo de São Félix.

Encontro de evangélicos

Acontece neste sábado à noite, o III Encontro de Evangélicos de Cachoeira. O evento será realizado no palanque oficial da Feira do Porto, e promete atrair um grande número de pessoas. Artistas gospel conhecidos nacionalmente foram contratados para animar o encontro que tem o patrocínio da prefeitura de Cachoeira.

Festa para Ogum

O Terreiro Ogum Mêge, localizado na Ladeira Manoel Vitório, zelado pelo babalorixá Benício Souza, abre suas portas logo mais à noite para clebrar o orixá Ogum. Na mesma cerimônia, haverá a confirmação de uma equédi e a obrigação do ogã Adson Alessandro. Amanhã(domingo) as celebrações serão para Oxum.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Festa da Câmara

Foi um sucesso a festa de confraternização da Câmara de Vereadores de Cachoeira, realizada o Convento do Carmo ontem à noite. O evento contou as presenças dos veradores Wilson Souza do Lago, Raimundo Praxedes, Paulo Leite, Júlio Cesar Sampaio, Ediramir Clementino, Eduardo Macedo, Cacai Lobo e Jaldemir Carlos, todos acompanhados de suas respectivas esposas. Participaram ainda da festa de confraternização a maioria dos funcionários da Câmara, convidados e o ex-vereador Robson Almeida. Num ambiente de descontração, os edis e os servidores festejaram o encerramento de mais um ano de trabalho. O vereador Wilson Souza do Lago, atual presidente da Câmara de Vereadores fez um rápido balanço da atuação do Legislativo Municipal e desejou a todos votos de boas festas e de um feliz ano novo. A animação ficou por conta do talento do cantor e instrumentista Roni Macedo. O buffet ficou à cargo de Raimundo Rocha que está estreando na área de serviços para eventos. A propósito o serviço esteve impecável. A festa rolou até o início da madrugada.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Cidadão Cachoeirano

O radialista Adilson Nascimento que por mais de três décadas foi uma das principais atrações do rádio no Recôncavo baiano, natural de Ibicarai, antiga Palestina, no sul da Bahia, e radicado em Cachoeira há muitos anos, receberá da Câmara de Veradores , na próxima segunda-feira, dia 17 de dezembro, o título honorífico de cidadão cachoeirano. A vida de Nascimento está ligada à cultura desde a sua juventude. Ainda jovem, veio para Cachoeira para trabalhar no então Cine Teatro Glória, que pertencia a um membro da tradicional família Maron, à epoca grande cacauicultora do sul da Bahia. A honraria será entregue em sessão especial da Câmara de Vereadores, às 19 horas. O radialista, hoje aposentado, constituiu família nesta cidade, onde vive cercado do carinho da esposa, dos filhos e dos netos. Uma das suas filhas é a funcionária da Câmara, Aline Nascimento. O homenageado é pessoa muito respeitada e muito querida em toda região. Na mesma sessão, os vereadores também vão homenagear com o título de cidadão cachoeirano, o dentista Tarcísio Dayube e o sargento do Exército Brasileiro Júlio Vanderlei de Barcellos Sainz. A sessão especial será presidida por Wilson Souza do Lago, presidente da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores.

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Chafariz

O advogado José Luiz Bernardo está coordenando as ações para a restauração do chafariz de bronze instalado na Praça dr. Maciel, em frente ao Mercado Municipal. Para encaminhar o projeto de restauração de um dos símbolos da cidade Monumento Nacional, a comissão nomeada pelo prefeito Tato Pereira está em fase de pesquisa das referências históricas do equipamento fundido em bronze no Rio de Janeiro. Nesta fase qualquer informação será bem-vinda. A comissão necessita de fofografias antigas do chafariz, registro de datas da sua instalação, depoimento de antigos moradores da cidade. Enfim, qualquer informação que possa contribuir para que aa fundição já localizada no Rio de Janeiro, pelo advogado José Luiz Bernardo, possa desenhar as peças que estão faltando. Antes de ser instalado na Praça dr. Maciel, o chafariz foi instalado na Praça Prisco Paraíso, vista nesta fotografia antiga. Quem quiser colaborar para a preservação de um dos patrimônios artísticos de Cachoeira, pode entrar em contato: alzira.jornalista@gmail.com

Confraternização natalina

Vereadores e servidores da Câmara Municipal vão participar de confraternização natalina nesta quarta-feira, a partir das 20 horas, na Pousada do Carmo. Para fortelecer o relacionamente entre os participantes será realizaa a brincadeira do amigo secreto. Já a Prefeitura de Cachoeira pormete uma grande festa natalina no próximo domingo, dia 16, no Estádio 25 de Junho. A programação começará com a realização de um baba entre os servidores municipais. Em seguida terá início a festa propriamente dita, com shows de Nenho e os seus teclados, do Samba de Roda Filhos do Caquende e Helena Lídia. Haverá sorteios de brindes para os servidores que comparecerem. Também será servida uma farta feijoada para coroar o evento de final de ano.

segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Programação de festa de Nossa Senhora da Conceição dos Pobres, que será realizada no Largo do Caquende, no periodo de 13 a 16/12.
dia 13 (Quinta-feira)
19:30 horas - Início do tríduo com a recitação do terço e oficio de Nossa Senhora.
dia 14 (Sexta-feira)
19:30 horas - Continuação da triduo com a recitação do terço e oficio de Nossa Senhora
dia 15 (Sábado)
19:30 horas - Encerramento do tríduo com a recitação do terço e oficio de Nossa Senhora.
dia 16 (Domingo)
06:00 horas - Alvorada de fogos
16:00 horas - Missa Festiva em louvor a Nossa Senhora da Conceição dos Pobres.
17:00 horas - Procissão de Nossa Senhora da conceição dos Pobres pelas ruas do bairro acompanhada pela Filarmônica LiraCeciliana.

FIM DE ANO NA ZONA RURAL DE CACHOEIRA

FESTA DE NATAL DO POVOADO DE SÃO FRANCISCO NOS DIAS 24 E 25 DE DEZEMBRO E REVEILLON DA OPALMA (NOS DIAS 31 DE DEZEMBRO DE 2007 E 1º DE JANEIRO DE 2008) COM AS SEGUINTES ATRAÇÕES:

NATAL EM SÃO FRANCISCO DO PARAGUAÇU:

Dia 24 DE DEZEMBRO (Segunda-feira)

21:30 h – Helena Lídia

00:00 h – Sopikasso

02:00 h – Márcio Moreno

Dia 25 DE DEZEMBRO (Terça-feira)

16 h – Samba de Roda Suspiro do Iguape

18 h – Morenos do Arrocha

20 h – Agita Samba

22 h – Nara Costa


REVEILLON DA OPALMA
:

Dia 31 DE DEZEMBRO (Segunda Feira)

20:30 horas – Samba de Roda Filhos da Barragem

22:00 horas – Luar de Prata

23:30 horas – Sedução do Prazer

01:00 horas – Pura Malícia

Dia 1º DE JANEIRO DE 2008 (Terça-feira)

18:00 horas – Agita Samba

19:00 horas – Morenos do Arrocha

20:30 horas – Geovanni

22:00 horas – Reizinho

23:30 horas – Brasilian Boys

domingo, 9 de dezembro de 2007

Ainda a "gang do pó de giz"

A quadrilha batizada como a "gang do pó de giz" que estaria articulada para dar golpes nas escolas da rede pública estadual no Recôncavo, na manipulação da seleção das gatas, empreiteiras e empresas alaranjadas da construção civil, para as reformas dos prédios escolares, segundo fontes confiáveis, teria entre seus integrantes, um diretor de um colégio público decadente e um político aparvalhado que já teria demonstrado por diversas ocasiões que, ética é só palavra de efeito para fazer discurso. Ambos seriam aliados do governador Jaques Wagner. Estamos investigando os nomes dos supostos quadrilheiros. Falta pouco para chegarmos até eles. "A gang não chegaria a ser um G-8, mas se deixar correr solta poderá até superar a ladroagem de dinheiro público praticada pelos integrantes do grupo que assustou até os investigadores da Polícia Federal", alertam os que tiveram acesso aos primeiros ensaios dos corruptos. Êta gente gulosa!

Vexame

Pelo que se viu na última quinta-feirta, 6, durante a realização de audiência pública convocada pelo MDA- Ministério de Desenvolvimento Agrário para discutir a questão da certificação do território quilombola do povoado de São Francisco do Paraguaçu no auditório/forno do Colégio Estadual da Cachoeira, os ventos do novo modelo administrativo, ainda não sopraram em direção daquele estabelecimento, apesar da nova diretoria. Os problemas ainda são os mesmos de antigamente. Por pouco, duas autoridades convocadas para compor a mesa, não viraram personagens de uma vídeo cacetada. Colocaram à disposição das autoridades, cadeiras plásticas faltando pernas. Quase que duas delas caem por causa das cadeiras quebradas. Isto significa que até agora nada mudou por lá, só o diretor. Está tudo como dantes no quartel de abrantes.

Novo Rumo

O prefeito Tato Pereira entregou aos moradores do bairro Novo Rumo obras de requlificação urbana, sexta-feira, dia 7 de dezembro. O bairro foi beneficiado com a pavimentação de ruas, implantação de meio-fio, construção de escadaria, drenagem e alvenarias. Com a inauguração desta obras, a prefeitura concluiu a execução do projeto de urbanização daquela área que começou com as intervenções na comundiade da Nova Esperança. As obras foram executadas com recursos do município. Na festa de inauguração foram registradas muitas manifestações de reconhecimento dos moradores ao trabalho à gestão do prefeito Tato Pereira, a exemplo da moradorea Francisca Ferreira, 71 anos que disse: "Muitos disseram que o prefeito nada faria por esta comunidade, hoje, estão vendo o resultado do trabalho".

Gamge

O GAMGE -Grupo de Apoio ao Menor Gotas de Esperança fundado pela médica Rita Maluf promoveu neste domingo mais uma maniçoba de confratenização para comemorar mais um ano de atividades. Além da deliciosa maniçoba, os voluntários do Gamge também comercializaram peças artesanais produzidas nas oficinas do projeto. O Gamge oferece gratuitamente, apoio socioeducativo, práticas esportivas cultura e arte para crianças e adolescentes carentes de Cachoeira.

Leão Coroado em Cachoeira

O Maracatu Leão Coroado da cidade de Olinda, em Pernambuco, comemorou o seu aniversário de fundação, dia 8 de dezembro, em Cachoeira. Foi uma grande festa com a participação da Esmola Cantada da Ladeira da Cadeia. O Leão Coroado veio para a Bahia para participar em Salvador da programação comemorativa dos 59 anos da Declaração dos Direitos Humanos pela ONU- Organização das Nações Unidas. Graças a uma articulação do Elimar Caranguejo do Ponto de Cultura Invenção Brasileira, de Brasília com o Ponto de Cultura Terreiro Cultural de Cachoeira, prefeitura municipal e o Centro Cultural Dannemann, os cachoeiranos também tiveram a oportunidade de conhecer esta importante manifestação da cultura popular brasileira. O Leão Coroado é um dos mais antigos maracatus do Nordeste brasileiro, identificado como nação nagô, o que demonstra as suas origens religiosas vinculadas aos africanos. O grupo foi fundado em 8 de dezembro de 1863. Tradicionalmente, os maracutus, surgiram das manifestações promovidas pelos escravos africanos no Brasil que escolhiam os reis e rainhas do congo para coroação nos dros da igrejas e posterior batuque. As profundas raízes religiosas de matrizes africana presente na vida do povo de Cachoeira contribuiram para forte identificação da nossa gente com o Leão Coroado.

sábado, 8 de dezembro de 2007

Vou atualizar o blog amanhã

Estou cansada. Estes dias tem sido de muita correria com a realização de eventos em Cachoeira. Tenho muitas novidades. Só vou atualizar o blog amanhã.

Comentário de Cleide

Cleide deixou um novo comentário sobre a sua postagem ""Foto e Poesia: Tempo"":

Oi Alzira!
que surpresa boa!
Obrigada!!!

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Anônimo comenta a nota "Gang do pó de Giz"

Anônimo comenta:

É A LAMA SUJA, O LODO QUE NÃO AFUNDA. DE ONDE VEM? ESSE É O PROBLEMA. VEM DOS EXEMPLOS DE CIMA, DO CINISMO DOS DE BAIXO, DA LINHA SIMÉTRICA DOS EXEMPLOS QUE NÃO FORAM DADOS. ESSES “GERSOS”, AGORA SÃO VERMELHOS? NÃO NUNCA FORAM – SÃO PICARETAS, COMO SEMPRE, SEMPRE FORAM CANALHAS. ESTÃO TRAMANDO MAIS UMA MAMATA?

CGE baiana

A Bahia deverá ganhar, em breve, uma versão com azeite de dendê da CGU-Controladoria Geral da União. A versão da terra da pimenta e do acarajé vai ser batizada de CGE-Controladoria Geral do Estado. Projeto para a criação do órgão já foi encaminhado pelo governador Jaques Wagner para a Assembléia Legislativa. A iniciativa, por certo, deve-se ao susto que o atual inquilino do Palácio de Ondina deve ter tomado com as cifras fabulosas surrupiadas de cofres públicos pelo G-8(Grupo formado por 8 empresários corruptos) que, segundo a Polícia Federal teria 'dado a elza' em R$ 1,3 bilhão. Criar a CGE serve para dar uma sacudida no governo que chega ao final do ano com um desempenho xôxo. A CGE terá a função de controlar os gastos públicos, realizar auditoria e fiscalização, prevenção e combate à corrupção. Um grande desafio para a futura CGE. Sugere-se que o órgão comece logo controlando a gana de mamar dos partidários do governo. No interior está uma farra. Tem candidato a candidato a prefeito, montando quadrilhas para atacar as caixinhas das escolas da rede pública estadual junto com empresas de construção civil maracuteiras e alaranjadas O esquema que já teria mostrado as garras no Recôncavo estaria utilizando o mesmo modus operandi da galera do G-8, com informações privilegiadas, cotações de preços viciadas, empresas de construção civil em conluio, tráfico de influência política, etc. A quadrilha já foi batizada de a gang do pó de giz, pois querem enfiar a mão leve no dinheiro das escolas. Roubar o dinheirinho das escolas, pode companheiros?

Direitos Humanos:Iguais na diferença

As celebrações pelo aniversário de 59 anos da declaração Universal dos Direitos Humanos no próximo dia 10 de dezembro, ganhou uma programação especial em Salvador com o apoio do Ministério da Cultura. Com o tema Direitos Humanos: Iguais na Diferença, o evento está repleto de atividades culturais e contará com as participações de dois grupos expressivos de Cachoeira. Estarão presentes o Gêge Nagô e a Esmola Cantada da Ladeira da Cadeia. O Gêge se apresentará amanhã, dia 7, às 21 horas no Pelourinho. Já a Esmola Cantada participará de cortejo que será uma junção inédita de ritmos, com o Maracutu Leão Coroado e o Grupo de Percussão Bakoma e percussionistas da EC., no dia 9(domingo). A saída do cortejo está prevista para às 15 do Porto da Barra em direção ao Farol. As presenças dos dois grupos cachoeiranos no evento deve-se a uma articulação do Ponto de Cultura Terreiro Cultural em parceria com o Ponto de Cultura Invenção Brasileira de Brasília e o MinC. A contrapartida desta parceria será a vinda para Cachoeira pela primeira vez em toda sua história do maracatu Leão Coroado de Pernambuco, no dia 8 de dezembro, data de fundação da entidade. Em Cachoeira, o Leão Coroado fará um cortejo pelas principais ruas da cidade com outras entidades culturais locais. A vinda do Leão Coroado para Cachoeira conta com apoio da prefeitura municipal.

Aniversário da APAE

A Associação de Pais e Amigos de Excepcionais(APAE) - Cachoeira estará completando uma década de sua fundação, nesta sexta-feira, dia 7 de dezembro. Para comemorar a data, a direção programou uma solenidade e na oportunidade dar posse à nova diretoria para 2008/2011. A programação: Dia 7 de dezembro, às 19h, cerimônia de posse da nova diretoria. Em seguida, homenagem aos 10 anos da APAE e para encerrar coquetel de confraternização. Antônio Lima é o atual presidente da entidade. Falar da APAE- Cachoeira é falar também do trabalho pioneiro do psicólogo Raimundo Oliveira, de Chica da Caixa, de Dra. Rita Maluf qeu deram os primeiros passos para fundar a entidade qeu tantos serviços tem prestado aos cachoeiranos. Parabéns para todos os que fazem a APAE de Cachoeira existir.

Bem na foto


Jomar Lima que tem se revelado um ótimo fotógrafo esta na rede mostrando todo o seu talento. Para conferir basta acessar: www.jomarlima.fot.br.


"Foto e Poesia: Tempo"


Este é o título da belíssima foto de autoria de Cleide Bittencourt, vencedora do XXXIV Concurso on line do Salvador Foto Clube. Veja a foto vencedora.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Festa de Santa Bárbara foi um sucesso

Mais uma vez, os devotos de Santa Bárbara fizeram uma bonita festa ontem para homenageá-la. A programação da Santa Casa foi cumprida como manda a tradição: missa na capela São João de Deus e procissão com a imagem da santa pelas ruas do centro histórico. Na praça Dr. Milton foi servido o tradicional caruru, comida do orixá Iansã sincretizada como Santa Bárbara pelo povo de santo. Foram servidos mais 500 pratos da iguaria preparada por devotos sob o comando do psicólogo Raimundo Oliveira. Ontem, Cachoeira se vestiu de vermelho e branco para reverenciar Santa Bárbara/Iansã. (Foto: O psicólogo Raimundo Oliveira entre as suas amigas voluntárias da festa de Santa Bárbara.

Leila comentou

Comentário de Leila Ornellas (RJ) sobre a nota da festa de Iansã

"Alzira querida, você acredita que fui procurar um restaurante de culinária baiana para comer um acarajé hoje, pelo dia de Iansã, e não encontrei nada no centro do Rio de Janeiro? O que havia, o Siri Mole, fechou. Agora só em Copacabana ou na Barra. Fiquei só na vontade. Espero que você coma um bem gostoso para a salva do dia!"
Leila Ornellas


Meus sinceros agradecimentos para você Leila que lê o nosso blog.
Muito axé!

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

Êparrê oiá!

Hoje é dia 4 de dezembro, Dia de Santa Bárbara para os católicos, a santa mártir cristã que o povo de santo identificou como a deusa Yansã do Panteão Africano. Enquantos os sinos dos templos católicos repicam para reverenciar a Santa, os terreiros de candomblés esquentam os coros do rum, rumpi e do lê para saudar Yansã, a deusa dos raios e dos trovões. Antigamente, o dia 4 de dezembro era dia certo de trovoadas, mas em tempos de destruição da natureza pelo bicho homem, até agora nada de trovões. Logo mais à noite, será celebrada missa em homenagem a Santa Bárbara na capela do Hospital São João de Deus da Santa Casa de Misericórdia. Em seguida, sairá a procissão pelas ruas da cidade. Logo após, será distribuído o tradicional caruru na Praça Dr. Milton, organizado pelo psicólogo Raimundo Oliveira com apoio da comunidade, de instituições e também da prefeitura de Cachoeira. Viva Santa Bárbara! Viva Yansã! A viva a harmonia e o respeito entre os seres humanos e as religiões!

Juíza perpétua da Boa Morte está internada

Encontra-se internada na Santa Casa de Misericórdia de Cachoeira, Dona Estelita Souza Santana, mais conhecida como Dona Ester, juíza pérpetua da Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte de Cachoeira. Dona Ester está aguardando resultados de exames para submeter-se a uma cirurgia do fêmur. Aos 101 anos de idade, ela levou um tombo no interior de sua residência e fraturou o osso da perna esquerda.(Foto: Dona Ester na festa de Nossa Senhora da Boa Morte deste ano).

Delegação da UFRB viaja à Portugal

O Reitor Paulo Gabriel Nacif, acompanhado pela Professora Ana Cristina Firmino Soares, do CCAAB e do Professor Paulo Miguez, do CAHL, viajaram, dia 02, para Portugal. Também acompanha o grupo o Dr. Edvaldo Zulu Araújo, Presidente da Fundação Palmares.
Na agenda, visitas técnicas e assinatura de convênios.
Dia 04/12, o grupo tem encontro com Assessores de Educação e Jurídico sobre o protocolo de Cooperação entre a SE-CPLP (Secretaria Executiva da Comunidade de Países de Língua Portuguesa) e a UFRB;
Dia 06/12: Reunião com a Missão Diplomática do Brasil junto à CPLP;
Dia 07/12: Assinatura do Acordo de Cooperação.
Ainda com data a confirmar duas Visitas Técnicas: ao Instituto Politécnico de Bragança e à Universidade Tecnológica de Lisboa.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

"Gang do pó de giz"

Rumores da formação de uma nova caterva envolvendo empresas de construção civil alaranjadas, políticos aloprados, que teriam a intenção de rapinar dinheiro público, estão ganhando corpo pelos quatro cantos do Recôncavo. A célula da até agora suposta quadrilha já está sendo batizada de a gang do pó de giz. Nada mais posso relatar porque ainda estou colhendo informações. Mas, posso adiantar, que a súcia estaria usando estratagemas semelhantes aos integrantes do G-8: tráfico de influência, fraude em cotação de preços de obras públicas, etc. O alvo da gang seria estabelecimentos de ensino da rede pública estadual. Esta gente não se emenda, mas se espelha nos piores exemplos da vida pública nacional. Cruz credo!

Auditório da Santa Casa

A Santa Casa de Misericórdia agora conta com um auditório amplo e equipado com 60 poltronas confortáveis. O antigo Salão Nobre do prédio que abriga o Hospital São João de Deus foi adaptado para auditório, um espaço que a Santa Casa necessitava para a realização de palestras, cursos e outras atividades. O local guarda ainda peças antigas que contam a história da instituição, a exemplo do lustre de cristal para velas, potes de louça utilizados em para guardar medicamentos com nome da Santa Casa pintado, móveis e um belíssimo crucifixo com a imagem de Jesus. Ao tempo que abre as portas de mais um auditório para Cachoeira, o provedor Gilson Agrário anuncia a aquisição de autoclave de última geração para o Centro Cirúrgico do Hospital São João de Deus.

Viva a Lyra!

Músicos e amantes da filarmônica Lyra Ceciliana ainda estão festejando a vitória obtida no Festival de Filarmônicas do Recôncavo, promovido por uma fundação cultural vinculada a uma empresa exportadora de fumo e de charutos, na cidade de São Félix. A Lyra Ceciliana fundada pelo maestro Manoel Tranquilino Bastos, em 1870, disputou a etapa final do festival com a Filarmônica São Domingos da cidade de Saubara. A Lyra esteve impecável, segundo as notas dos jurados e na opinião do público presente. Após o anúncio da vitória, os músicos sairam em passeata pelas ruas da cidade histórica comemorando o título já no início da madrugada de domingo. E no domingo, a festa prosseguiu no restaurante que funciona na parte térrea do prédio da filarmônica. Para todos os presentes foi servida uma suculenta feijoada temperada com o sabor da vitória. Muitos admiradores e membros da direção da Lyra contribuíram para a compra de cervejas, refrigerantes e fogos. O advogado e ex-presidente da Lyra Ceciliana, José Luiz Bernardo, o empresário Edson Pereira, Vivaldo Costa(Seu Vavá), professor Herval Bernardo, Lu Bicudo e até eu contribui com alguns caraminguás para a festa da galera. Parabéns para todos os músicos, para o maestro Zé Cotia, o professor Jessé, Nilton Azevedo, enfim para todos que contribuíram para a conquista de mais um título para a Lyra Ceciliana. Viva o Povo da Música do Maestro Abolicionista! Ah, não deu para eu ir torcer pela Lyra porque estava numa obrigação religiosa. Esta esclarecido o motivo da minha ausência para os que estavam tão preocupados com isso. (Na foto um flagrante da comemoração).

sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Homenagem à Santa Bárbara

A Santa Casa de Misericórdia de Cachoeira mantém a tradição das reverências para Santa Bárbara, santa católica sincretizada no candomblé como Yansã, a rainha dos raios e dos trovões, em seu dia, 4 de dezembro(terça-feira). às 19 horas será celebrada uma missa na Igreja da Ordem Terceira do Carmo. Após a missa, os fiéis saem em procissão com a imagem da santa para pecorrer as ruas do centro histórico. O cortejo religioso contará com as participações das filarmônicas Lyra Ceciliana e a
Minerva Cachoeirana.
Também no dia de Santa Bárbara, será servido um caruru na praça Dr. Milton, organizado pelo psicólogo Raimundo Oliveira e um grupo de pessoas da comunidade. A iguaria será servida após a procissão. Está programada também uma atividade cultural com as presenças da Esmola Cantada e o Afoxé Filhos de Oxalá. O caruru é preparado com a colaboração de diversas pessoas.

VÍDEO: BABALORIXÁ LEOPOLDO ROCHA NA FESTA DE OGUM DE 2006

video

Terreiro cumpre obrigação ritualística

Terminará na madrugada de sábado, os rituais do axêxê de um ano do babalorixá Leopoldo Silvério da Rocha, fundador do Ylê Oyó Mecê Alaketu Ogum, terreiro da nação ketu, da cidade de Governador Mangabeira. Filhos e filhas de santo e de sangue, amigos, após os rituais, participarão de uma missa que será celebrada às 7 horas, em memória do religioso e da sua esposa Nanci Santos Leite, ambos mortos em acidente de automóvel no dia 14 de maio do ano passado. No mesmo acidente faleceu um jovem ogã da casa. O Terreiro Ylê Oyó Mecê Alaketu Ogum retomará as suas atividades religiosas ainda no próximo mês, tendo como zelador Leomar Rocha filho de santo e de sangue e sucessor do babalorixá Leopoldo Silvério da Rocha.

quinta-feira, 29 de novembro de 2007

Artesanato cachoeirano

Quem aprecia um bom artesanato pode dar uma passadinha no hall do Centro de Cultura e Arte de Cachoeira para conferir. Lá, estão expostas uma grande variedade de peças confecionadas pelas artesãs do Instituto Mauá local. O bazar natalino já é uma tradição de final de ano na cidade histórica Monumento Nacional. Parabéns para o pessoal do Instituto Mauá cujos trabalhos são coordenados pela competente artesã Noelice Pereira. O Mauá agora está funcionando no Centro de Cultura e Arte, um local de fácil acesso para toda população. ( Foto: A artesã Noelice Pereira)
Pensamento para um Bom Dia HOJE:
"Experiência não é o que acontece com você, mas o que você fez com o que lhe aconteceu".
(Aldous Huxley)

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

POMPOM PATÉTICO

Depois de sofrer uma "churria" durante uma manifestação popular, Pompom parece que destrambelhou de vez. Foi parar num programa de rádio para falar um bocado de bobagem e fazer insinuações contra seus adversários políticos. Não satisfeito com sua falação catatônica, atacou novamente de "representante do Governo do Estado na região". Este negócio está virando obsessão crônica. Este rapaz precisa ser tratado com urgência. Quem avisa amigo é. Se demorar muito, vão vê-lo repetindo pelas ruas da cidade, vestido com a roupa de Napoleão Bonapart, chapéu feito de jornal na cabeça, espada de cabo de vassoura em punho e montado num cavalinho de pau:" eu sou representante do Governo do Estado, eu sou representante do Governo do Estado, eu sou representante do governo do Estado...

Manifestantes ocupam escritório da Embasa

Carregando colchões, garrafas com água e copos, e fazendo muito barulho com apitos, um grupo de moradores do Alto da Rodagem, área que vive em risco constante de desabamento, ocupou pela manhã, por algumas horas, o escritório local da Embasa em Cachoeira, para reivindicar a ligação imediata das redes de esgoto e de abastacimento de água do Conjunto Habitacional 25 de Junho, para onde serão transferidos. As casas já estão prontas e as pessoas que foram beneficiadas com o projeto não podem sair da área de risco porque a Embasa ainda não executou o serviço que lhe compete. Os manifestantes fizeram muitas tentativas para falar com a direção da Embasa por telefone em vão. O gerente local da estatal finalmente conseguiu o contato, e a direção da Embasa conversou com o prefeito Tato Pereira que foi levar a sua solidariedade aos manifestantes. A Embasa propôs ao prefeito que a mão de obra para a execução do serviço fosse contratada pelo município. Tato Pereira concordou com a proposta e os manifestantes deixaram as dependências do escritório. O filiado do Partido dos Trabalhadores de Cachoeira, Teobaldo Miranda, esteve no local criando um clima de tensão entre ele e os manifestantes. Dizendo-se "representante do governo do estado", Miranda tentou intervir na manifestação como uma autoridade, mas foi rispidamente rechaçado pelos manifestantes na presença de jornalistas e radialistas que faziam a cobertura do fato.

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Exposições e recital

O Pouso da Palavra - Espaço de Arte, Cultura e Comunicação – do poeta e fotógrafo Damário DaCruz, localizado na cidade da Cachoeira, realizará no próximo sábado (01/12), a partir das 20 horas, a abertura de duas exposições: Natividade de Bel Mascelani e entrenós de Diana Taylor. A exposição Natividade ficará exposta até do dia 22 de dezembro e entrenós até o dia 15 de dezembro.

Na mesma noite terá o recital Sambando na Poesia com a participação do Grupo Samba de Crioulo.

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Poeta do Recôncavo vai representar o Brasil na Colômbia

O poeta Wesley Barbosa Correia, da cidade Cruz das Almas estará representando o Brasil no XI Festival Internacional de Poesia, que acontece na Colômbia, de
04 a 08 de dezembro de 2007. Segundo o poeta, a sua passagem por este
Festival "representa o esforços dos milhares de
artistas espalhados pelo Brasil, produzindo literatura
de modo tão artesanal e muitas vezes anônimo". "Que
nossa arte se encha portanto de responsabilidade
social e se levante em nome destes que fazem brilhar
de imensas luzes o chão do país".

Novos cursos para UFRB/Cachoeira

Foram aprovados mais dois cursos para o Centro de Artes, Humanidades e Letras da UFRB(Universidade Federal do Recôncavo da Bahia) de Cachoeira. São os cursos de Economia e Turismo. A boa informação foi passada pelo professor Robério Marcelo. Mas os cachoeiranos ainda sonham e querem o Curso de Direito.

Benê de "Jaleco Branco"

Às vésperas de assumir o Governo do Estado do Rio de Janeiro, que na época se desmanchava em temporais, a ex- senadora e ex-ministra do Governo Lula, Benedita da Silva, apelidada pelo saudoso Dr. Leonel Brizola, como a "Rainha de Sabá", ao lado do seu esposo o ator baiano Antônio Pitanga, foi hóspede de uma das mansões do empresário Gervásio Oliveira construida em frente ao povoado de Coqueiros, em Maragojipe, na margem esquerda do Paraguaçu. Benedita, pôde, então, ao lado do seu esposo, desfrutar da casa cinemaográfica erguida sobre o manguezal, com heliporto, quadra de esporte, cinema, cascatas artificiais, jardins projetados pelo mesmo pessoal que fez um famoso jardim da Casa da Dinda de Collor de Melo, adega climatizada, piscinas e outros detalhes de luxo e conforto que só quem tem muita grana pode possuir. O anfitrião deixou à disposição da ilustre convidada uma lancha, a bordo da qual, ela e o esposo, chegaram até a cidade histórica de Cachoeira, onde passearam pelas ruas e foram saudados por uma eufórica comitiva de petistas cachoeiranos ainda à bordo da lancha do milionário, agora denunciado pela PF na "Operação Jaleco Branco" como membro do esquema de fraudes em licitações públicas.
O arquiteto Fernando Frank, o mesmo do Projeto da Mansão Wildberg, no bairro da Vitória em Salvador, também deu o seu toque profissional no projeto da mansão que atualmente não pertence mais ao milionário Gervásio, o amigo de Benê e de muita gente graúda na Bahia e em outros estados brasileiros. As festas na mansão eram disputadissímas por pessoas influentes. O bacana sabia agradar aos seus convidados. Era iate prá lá e prá cá transportando gente; helicópteros cumprindo a mesma missão. O legítimo uísque escocês rolando sem freios, ágapes e acepipes das melhores quituterias da Bahia grande. O cara é quente.

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Democratização dos Meios de Comunicação e Rádio Comunitária

Debate: Democratização dos Meios de Comunicação e Rádio Comunitária

Ocorre nesta terça-feira, dia 27 de novembro de 2007, às 15h, na sede do Centro de Artes, Humanidades e Letras da UFRB, o debate sobre Democratização dos Meios de Comunicação e a Importância das Rádios Comunitárias. O debate acontece na aula da disciplina Gêneros Jornalísticos, do professor Luiz Nova.
O evento conta com a participação da jornalista Simone de Moraes, da REBECA - Rede Brasileira de Educomunicadores Ambientais -, como expositora. A REBECA tem como objetivo o fortalecimento da comunicação e da educação ambiental, além de defender a democratização da informação e saberes. A REBECA defende também o direito à comunicação e a participação popular na criação e gestão da comunicação.
As debatedoras serão a jornalista Alzira Costa e a dirigente do Grupo Raízes, Rita Santana.
O objetivo do evento é discutir a democratização dos meios de comunicação, focando a importância da existência das Rádios Comunitárias, assim como a dificuldade de serem estruturadas. Essas rádios são
emissoras administradas por um conselho da comunidade, sem fins lucrativos; não pertencem à religião, partido ou empresa; seu objetivo maior é o desenvolvimento da comunidade, portanto devem preservar seu pluralismo e democracia.

Música Contemporânea na Ordem Terceira do Carmo

Uma boa opção para este sábado, 24, é o Concerto de Música de Câmara Contemporânea com o Gimba(Grupo de Interprétes Musicais da Bahia) sob a regência do maestro Olivier Cuendet, da Suíça, às 19h, no Museu de Arte Sacra do Recôncavo(Ordem Terceira do Carmo). Na programação a primeira audição mundial de obras especialmente escritas para o Grupo Gimba pelos compositores baianos:
Cláudio Luiz do Val, Paulo Costa Lima e Alexandre Reche, como também a primeira audição brasileira de obras de compositores suíços, tais como Daniel Ott, Wen de Qing, UP Schneider. O Projeto é uma iniciativa da Fondation Suisa, Association Suisse des Musiciens, Fundation Henneberger, Fundação NICAT-DeLUZE, Pro Heveltia e apoios da prefeitura de Cachoeira e Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. A entrada é franca.

Performance poética em Cruz das Almas

Na próxima terça-feira (27/11/07), às 19:00h, na Sala de Cinema da Biblioteca Municipal Carmelito Barbosa Alves, em Cruz das Almas, os atores Emundo Guedes e Mary Cristal apresentarão performance poética baseada na obra de Wesley Correia:"Pausa para um beijo e outros poemas".

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Padroeira dos Músicos

Hoje é o dia de Santa Cecília, a padroeira dos músicos, e em especial, padroeira da Sociedade Orpheica Lyra Ceciliana. Para reverenciar a sua padroeira a Lyra Ceciliana mandou celebrar missa na Capela d'Ajuda, às 19h30min. Logo em seguida, como manda a tradição sairá a procissão com a imagem da santa pelas principais ruas da cidade. A imagem de Santa Cecília fica na Igreja de Nossa Senhora da Conceição do Monte, onde há um altar somente para ela. Antigamente, a festa de Santa Cecília era tão animada e concorrida como ainda é a festa de Nossa Senhora d'Ajuda encerrada há poucos dias.

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Adeus Valdir

Uma tragédia nos deixou abalados. Morreu hoje à tarde vítima de acidente, o comerciante e meu amigo Valdir Souza Alves, proprietário da uma loja de móveis e eletrodomésticos. Valdir Anão como era conhecido, estava vistoriando as obras de reforma do prédio de sua loja na Rua 13 de Maio, quando desequilibrou-se e caiu da laje. Era um cidadão do bem, consciente e muito querido pelos seu verdadeiros amigos. Deixa viúva Lia, com era casado há muitos anos. Toda nossa solidariedade à Lia neste momento triste. O sepultamento será nesta quinta-feira às 11 horas no Cemitério da Saudade.

Festa consciente

A Câmara de Vereadores sacudiu a poeira e mostrou que está sintonizada com os anseios da sociedade cachoeirana. As comemorações pela passagem do Dia da Consciência Negra foi um grande sucesso. A comunidade respondeu positivamente as proposta dos vereadores cachoeiranos. Durante dois dias, a programação mobilizou um grande público que prestigiou o evento. O ponto alto aconteceu na terça-feira 20 de Novembro, com a homenagem aos sambodres e sambadeiras de Cachoeira, seguida da palestra do professor Sandro Correia que falou sobre a importância dos terreiros de candomblés para a preservação do meio ambiente. Depois foi a vez da festa da celebração da consciência negra com a participação dos samba de roda de Dona Dalva, Filhos da Barragem, Filhos do Caquende, Esmola Cantada e a Filhas de Yamim. A programação foi encerrada com chave de ouro com a apresentação do Afoxé Filhos de Oxalá. Nota dez para a performance do Grupo de Capoeira Muleki é Tu. Também foi bastante elogiada a exposição de artes plásticas com obras de Fory, Mimo, Sino, Dante Lamartine, Dory, Jomar Conceição, Valdemir Cardoso(Bolão - já falecido), Cristina Solimando e Dona Dadi. Não faltou a distribuição de acarajé e abará iguarias típicas da culinária afro-brasileira, preparadas e servidas pela baiana Nara de Anália. Em síntese: a Câmara de Vereadores acertou em cheio na iniciativa.

Arte no CAPS

Os usuários do CAPS Ana Nery, em Cachoeira, já estão promovendo bazar natalino com toda produção artesanal do ano. A arteterapia está fazendo muito bem para dezenas de pessoas. Para colaborar com esse trabalho de socialização destas pessoas tão especiais podemos visitar o bazar e também fazer umas comprinhas para Natal. Os preços são baixos e os produtos artesanais são confeccionados com talento e amor. A diversidade de produtos é grande. Vale a pena conferir. Cidadania faz bem para a alma e para o coração.(Foto:Arquivo /2006)

Informática e cidadania

O Telecentro de Informática de Cachoeira encerra na próxima terça-feira, na parte da manhã, a iniciativa pioneira de inclusão digital para alunos da APAE - Associação de Pais e Amigos de Excepcionais. Durante três meses uma turma de dez alunos da APAE recebeu noções de informática e uso da internet no Telecentro que funciona na Ladeira da Ajuda. Um belo exemplo de iniciativa cidadã que merece ser ampliado para outros segmentos da nossa comunidade. É mais uma prova de que a cultura digital está ao alcance de todos. Parabéns para o pessoal da APAE e para os monitores do Telecentro pelo tratamento de atenção e respeito aos alunos da instituição.

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Semana da Consciência Negra

Prosseguem, hoje ,na Câmara de Vereadores de Cachoeira, as celebrações pelo Dia Nacional da Consciência Negra. Mais do que uma comemoração, o evento é um marco na história da Câmara de Vereadores do município que abre as suas portas para discutir com a sociedade este tema tão importante para a sociedade brasileira, que, durante muitos anos, exaltou a existência de uma suposta democracia racial. Os fatos comprovam o contrário e povo negro luta pelo estatuto da igualdade racial, por oportunidades de inserção no mercado de trabalho, nas universidades etc. Ontem a Câmara esteve lotada de espectadores para assistir ao documentário "Atlântico Negro na Rota dos Orixás". Hoje a partir das 19h30min a programação será retomada com uma homenagem especial dos vereadores cachoeiranos aos grupos de samba de roda: Filhos do Caquende, Filhos da Barragem, Samba de Dona Dalva e Filhas de Yamim. Em seguida será a vez do professor universiário Sandro Correia proferir palestra A importância dos terreiros de Candomblé para preservação do meio ambiente. Logo após, abertura da exposição com obras de artistas cachoeiranos, performance do grupo de capoeira Muleki é Tu e apresentação do Samba de Roda de Dona Dalva.

Festa de Nossa Senhora d'Ajuda

Mais uma vez, os festejos em louvor à Nossa Senhora d'Ajuda deixaram muitas saudades. Estão de parabéns os organizadores do evento e a população de Cachoeira que provaram que estão dispostos a preservar a tradição. A festa é uma das mais autênticas manifestação da fé e da alegria dos baianos. No próximo ano caberá ao advogado Evandro Soares da Cruz e a sua irmã Mazé honrarem o compromisso com os nossos antepassados que nos deixaram este legado maravilhoso que a festa de Nossa Senhora d' Ajuda da cidade histórica de Cachoeira. Filhos do músico da Minerva Cacheirana e ex-ferroviário, seu Luiz, os irmão foram escolhidos para juízes das comemorações. A tarefa não é fácil, mas com fé e determinação vão cmprir a missão com as bênçãos de Nossa Senhora d'Ajuda.

SAÚDE MENTAL

Acontecerá no dia 30 de novembro de 2007, na cidade de Muritiba-Ba o 1º Fórum de Saúde Mental do Recôncavo Sul Baiano, com o tema: Saúde Mental no Recôncavo - perspectivas e desafios. O evento contará com a presença da equipe de Saúde Mental da SESAB, trabalhadores e usuários do Caps dos municípios de Cachoeira, São Félix, Maragojipe, Cruz das Almas, Santo Antonio de Jesus entre outros. O objetivo do Fórum é criar uma Rede de Integração entre as equipes dos CAPS, colaborar para reflexão acerca do tema, contribuir para o aperfeiçoamento das ações e serviços dos Caps e possibilitar integração e união entre trabalhadores da saúde mental e gestores da região.

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Vestígios da ditadura

Na década de 80, a Policia Federal invadiu a Residência Universitária, a R1 do Corredor da Vitória. Era uma quinta-feira santa, véspera da Sexta Feira da Paixão. Os estudantes que estavam ali foram surpeendidos na madrugada pela truculência de prepostos da Polícia Federal. Os policiais no auge da truculência, jogavam das janelas tudo o que encontravam pela frente nos quartos da residência. Nem mesmo uma boneca de plástico(não era inflável) que foi usada numa cena de um filme super oito do professor e atual cineasta baiano premiado Joel Almeida, escapou da fúria. Reza uma lenda entre os contemporâneos daquele momento histórico, que a referida boneca, além de ser atirada de uma das janelas do casarão onde está instalada a residência, um policial teria dito: "Esta boneca também é comunista". Contam ainda, que eles despertavam os estudantes aos gritos: " acorda comunista descarado". A ditadura que se despedia da vida do povo brasileiro, e que encontrou brava resistência de estudantes universitários abrigados naquele casarão onde também funciona o restaurante universitário, deixou para sempre, na memória de dezenas de jovens, a marca de sua crueldade. Com redemocratização do País, pensávamos que estes métodos violentos já estavam em desuso. Qual nada! Mais uma vez, testemunhamos a PF agindo como nos anos da ditadura na Bahia ao despejar na base da força bruta estudantes do prédio da reitoria da UFBa.

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

Inauguração

O prefeito Tato Pereira(PMDB) ao lado do presidente da Câmara de Vereadores, Wilson Souza do Lago, e do secretário de obras e Meio Ambiente, Cláudio Billy, inaugurou nesta quinta-feira, dia 15, as obras de reaqulificação urbana do bairro Nova Esperança. Depois dos discursos, o Grupo Esmola Cantada da Ladeira da Cadeia e o Samba de Roda Filhos do Caquende fizeram a animação da festa.

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Ladeira da Caixa D' Água em São Félix

Ponto para prefeitura de São Félix que está concluíndo as obras de urbanização do local conhecido como Laderia da Caixa D'Água, em São Félix, no acesso a estrada de Muritiba. Antes com um aspecto degradado, o local onde residem muitas famílias de baixa renda, agora está com cara de bairro novo e decente. É visivel a alegria dos moradores com as obras de beneficiamento.

Nova Esperança

Os moradores da Rua Nova Esperença vão receber nesta quinta-feira, 15 de novembro, as ruas do bairro totalmente pavimentadas. As obras de requalificação urbana do bairro que nasceu de uma antiga invasão, nas terras da fazenda do político Edvaldo Brandão Correia, na área da Ladeira da Cadeia, foram executadas pela prefeitura municipal. O prefeito de Cachoeira fernando Antônio da Silva Pereira estará entregando àquela comunidade mais este trabalho da sua gestão, às 10 horas.

Fundação Hansen Bahia

Devido ao início das obras de restauração do prédio onde funciona a Fundação Hansen Bahia, na Rua 13 de Maio, pelo Programa Monumenta, o acervo de obras da entidade estará exposto, temporariamente até abril de 2008, no Museu da Ordem Primeira do Carmo, situado na Praça da Aclamação em Cachoeira. Na Casa dos Hansen em São Félix, na Ladeira dos Milagres de Santa Bárbara, serão concentradas as atividades técnicas e administrativas da Fundação.

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Educação Patrimonial

A 7ª Superintendência Regional do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) – Bahia deu início, em 2006, a uma ação de educação patrimonial na cidade de Cachoeira-BA, considerando-se que a cidade é tombada pelo Iphan desde 21/09/1971. Esta ação baseia-se na experiência e vivência subjetivas e cotidianas que cada cachoeirano tem dos bens culturais, traduzidas na percepção ou interpretação de sua cultura, e ao mesmo tempo em ação, como protagonistas que a cada dia reproduzem e modificam a cultura, atribuindo-lhe novos significados. Assim, qualquer ação de educação patrimonial só é possível através do envolvimento da comunidade. Para isso, formou-se um grupo de trabalho a partir de reuniões abertas realizadas com a comunidade no Escritório Técnico do Iphan, entre maio e novembro de 2006. O resultado deste trabalho foi a publicação, Cachoeira: Vivências e Compreensões do Patrimônio Cultural, cujo lançamento será no dia 30 de novembro, às 18:30 horas, no Conjunto do Carmo, oportunidade em que celebrará também a passagem dos 70 anos desta instituição preservando o Patrimônio Cultural Brasileiro. À tarde será realizado um seminário com professores da rede pública da cidade, e às 18:30, começando a atividade dirigida ao público geral, com exibição da publicação e apresentação de grupos musicais locais de samba de roda, choro e filarmônica.

Tô na área!

Acabo de chegar de Brasília. Estou muito cansada. O ministro das Comunicações, Hélio Costa, viajou de Belo Horizonte para Brasília no mesmo vôo que a nossa turma da Bahia. Ao que tudo indica, sem mordomias, num vôo doméstico da Gol. O maior buxixo depois da reunião da Teia Cultural - reunião dos Pontos de Cultura do Brasil foi o anúncio da saída do ministro da Cultura Gilberto Gil do Ministério. Gil ficou praticamente todos os dias em Belo Horizonte. Conversou muito com os participantes do evento. Está em jogo a manutenção do Programa Cultura Viva com a saída de Gil do Ministério. Sobre Brasília, juro que não encontrei nenhum agatunado em ação. Estive bem próxima de um punhado de políticos. Até descontrai e deixei a minha surrada bolsa de coro bem pertinho do grupo. Graças a Deus, ninguém roubou o meu tikt refeição de oito conto de reis. Esta era a minha grande fortuna no momento.... Estou cansada e vou dormir.

sábado, 10 de novembro de 2007

Teia Cultural II

Prossegue a programação da Teia Cultural, em Belo Horizonte. Hoje, aconteceu uma reunião com Célio Turino, secretário do Programa Cultura Viva e os representantes dos Pontos de Cultura aqui presentes. Muitas queixas questionamento sobre o futuro e a sustentabilidade dos Pontos de Cultura que estão espalhados em diversos municípios do País. No palco da Praça da Estação, no finalzinho da tarde rolou a apresentação do músico Pereira da Viola junto com o grupo de jovens violeiros do Balcão de Artes e Cultura Viva. No Grande Teatro do Palácio das Artes, dois grupos de Maracatu de Pernambuco agitaram a platéia. Já no Palco Livre, do Parque Municipal, os Mestres Griôs puderam mostrar seus trabalhos. destaque para o Mestre Griô da cidade de Araci, Zé Pedreira, grande repentista baiano. Agora na Casa do Conde, onde estou neste momento, está acontecendo uma apresentação emocionante de do grupo de capoeira regional, da cidade de João Neiva, do Ponto de Cultura Pulsando o Brasil. As músicas de capoeira são executadas por uma orquestra de violinos e berimbaus. O Mestre Curió guardião da tradição da capoeira regional, não perdeu tempo e disparou que há diferenças entre os estilos de capoeira angonla e regional, mas que ambos merecem ser respeitados. Por fim, deu as mãos aos regionalistas e disse que "todos unidos somos fortes para lutar pela nossa raça e tradição. O mestre foi bastante aplaudido. Na sala ao lado, o pessoal da TV Brasil está reunido com representantes de Pontos de Cultura. Lu Cachoeira está lá, firme, defendendo a participação dos Pontos de Cultura na programação da nova Tv pública brasileira. Logo mais, Alceu Valença vai se apresentar no Palco da Praça da Estação junto com o Maracatu Leão Coroado.

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Capoeira é ginga e malícia

O Mestre Curió que está se apresentando com o seu grupo neste momento na Tenda da Igualdade Racial, na Casa do Conde, um dos espaços onde estão acontecendo as atividades da Teia Cultural 2007, em Belo Horizonte, deu um show de conhecimento sobre a prática da capoeira. O Mestre criticou o comportamento de uma nova geração de capoeiristas que "batem nos alunos para mostrar superioridade". O experiente Curió, aluno do Mestre Pastinha ensina que capoeira é "manha, ginga e malícia, não força bruta". Ele também criticou a formação de tantos mestres de capoeira como vem acontecendo, e disse que nesses 62 de capoeira, só formou até hoje, apenas 3 mestres, entre eles, a Mestra Jararaca, a única mestra angoleira do Brasil. O Mestre disse ainda que antigamente não havia "essa história de professor de capoeira, monitor, instrutor". "Havia o mestre, o contra-mestre. Isso tudo agora é novidade", lembrou Curió. Sem papas na língua, o Mestre capoeirista detonou a organização da Teia Cultural. "Está muito desorganizado, a gente precisa falar para que no próximo ano os erros sejam corrigidos", enfatizou. Também está sendo o livro "Capoeira, manha e malícia", de autoria de Cristina Albert Dias.

Terno da Alvorada


Domingo é o Dia do Terno da Alvorada, o evento que fecha a programação popular da Festa em Louvor a Nossa Senhora da Ajuda. O terno é aguardado com muita ansiedade pelos foliões cachoeiranos. É dia de soltar as barbies dos armários e tomar todas. Para quem vai participar da folia, desejo muita paz e alegria. Divirtam-se pra valer em clima de fraternidade. Ah! também não se esqueçam dos preservativos. C.. de bebum não tem dono. Ai cebola, tempero de...

























TEIA CULTURAL

Oi galera! Estou em Belo Horizonte desde terça-feira, dia 6. Estou participando do maior evento da diversidade cultural da América Latina. O evento é uma iniciativa do programa Cultura Viva do Ministério da Cultura. O evento está sendo marcado por vários problemas de organização, mas, mesmo assim, tem sido positivo em vários aspectos. Encontrar um pouquinho de cada região do Brasil num só local já é um grande lance. Ontem, fiz uma matéria sobre a palestra do escritor Ariano Suassuna proferida no Grande Teatro do Palácio das Artes, porém não deu para veicular. O Centro de Informática do evento estava lotado e o local é muito desconfortável. Suassuna é um jovem irreverente de 80 anos de vida que tripudia sem o menor pudor a arquitetura de Brasília e as obras de Oscar Nyemaer. Detona os marxistas e se derrerte de elogios para Daiane dos Santos. Hoje pela manhã, ministro Gil falou de cultura, usou metáforas, lembrou da sua infância na cidade de Ituaçu, na Bahia, ressaltou a importância da internet como ferramenta para divulgação da produção cultural brasileira. Encantou a todos e depois cantou. Tolerante, deixou que várias pessoas interrompessem o seu discurso. Ao lado de Gil estava o grande ator e ativista cultural Sérgio Mambertti. Neste momento estou no espaço cultural "Casa do Conde". Gil está ali ao lado falando de cultura digital. Aliás, o tema da discussão é: "Cultura Digital. Que porra é essa?". Assisti aos shows do pessoal do Clube da Esquina (sem Milton Nascimento), Fagner e Martinho da Vila. Até domingo ainda vão rolar shows com Alceu Valença, Netinho de Paula, além das apresentações dos grupos culturais de vários estados. O palco onde estão rolando os shows foi instalado na Praça da Estação e aprogramação está sendo coordenada por Jorge Mautner. A grande notícia é que Lu Cachoeira(Lu Bicudo) foi um dos ganhadores do prêmio Escola Viva do Ministério da Cultura. O prêmio foi bem merecido pelo traballho que Lu desenvolve pela cultura no Recôncavo baiano. Visitei o Museu de Artes e Ofícios instalado no pŕedio da Estação Ferroviária. Recomendo a visita. São mais de 2 mil peças expostas. Fiquei muito impressionada com uma balança que foi adquirida na Bahia e que teria sido usada para pesar escravos. Caso não atualize o blog é porque estarei com dificuldades para acessar a internet. Parece brincadeira, mas viajei sem máquina fotográfica.