segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Relatório anual da FENAJ registra 40 casos de violência contra jornalistas em 2010

Lançado durante o XVIII Encontro Nacional de de censura e processos judiciais. Detenções e tortura perfizeram 13% dos casos, ameaças 12%, violência contra a organização sindical 8%, atentados 5% e assassinatos 2%. A região Nordeste do país caracterizou-se como a mais perigosa para o exercício do Jornalismo, com o registro de 17 relatos de agressões (44% do total). No quadro por estados, o Ceará foi o campeão deste ranking estarrecedor, com 8 denúncias.

Na apresentação do documento, a FENAJ condena um caso marcante pelo absurdo que representou: “Para nossa perplexidade, a Folha de S. Paulo publicou, em sua edição de 9 de março, na página 3, artigo assinado pelo sociólogo Demétrio Magnoli intitulado ‘O jornalismo delinquente’. O texto foi um ataque covarde e desqualificado contra dois profissionais do próprio jornal, Laura Capriglione e Lucas Ferraz, autores da reportagem ‘DEM corresponsabiliza negros pela escravidão’, publicado em 4 de março Jornalistas em Assessoria de Comunicação (ENJAC), realizado em Natal (RN), de 13 a 15 de outubro, o relatório "Violência e Liberdade de Imprensa no Brasil" referente a agressões contra os jornalistas em 2010, registrou 40 relatos de violações de direitos dos jornalistas brasileiros. Organizado pela Comissão Nacional de Direitos Humanos e Liberdade de Imprensa da FENAJ, o documento aponta como principal tipo de agressão a violência física ou verbal. E no topo da lista de agressores estão agentes públicos, as polícias e os políticos.

A publicação anual da FENAJ apontou que, dos 40 relatos registrados em 2010, 42% foram referentes a agressões físicas ou verbais e 18% foram casos”.

Mereceu destaque na apresentação, também como fato marcante de 2010, o primeiro ano da decisão do Supremo Tribunal Federal que extinguiu a obrigatoriedade do diploma de curso superior para o exercício da profissão de jornalista.

Na análise da realidade brasileira, o relatório da FENAJ sustenta que “o trabalho dos jornalistas no Brasil ainda incomoda muitos setores que, incapacitados de conviver com a democracia, julgam-se no direito de bater, prender, insultar e, em alguns casos, até matar. Este relatório apresenta os casos mais variados. Apresenta várias tentativas de intimidação por ameaças, detenção e atentados. Indica que o poder público não só mostra-se incapaz de cumprir seu papel de punir os responsáveis pelas agressões, como, em muitos casos, é agente dessas violências que acontecem na maioria dos estados brasileiros”.

A partir da página 18 do relatório, são detalhados os 40 relatos de agressões contra jornalistas registrados no ano passado. A FENAJ encaminhou o relatório "Violência e Liberdade de Imprensa no Brasil" referente a 2010 ao Ministério da Justiça e à Secretaria de Direito Humanos da Presidência da República, solicitando providências. Cópias do documento foram encaminhadas, também, à Federação Internacional dos Jornalistas (FIJ) e órgãos internacionais de defesa dos direitos humanos e da liberdade de imprensa.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Caruru da APAE

A diretoria da APAE(Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Cachoeira convida a todos para mais uma edição do seu já tradicional caruru beneficente, neste domingo, a partir das 10h na Praça Teixeira de Freitas. A festa de solidariedade também será regada por diversas atrações.

Juarez Bomfin lança livro na Bienal nesta sexta-feira


Lançamento e momento de autógrafo de livro de Juarez Bomfim na Bienal do Livro Bahia 2011

Lançamento e momento de autógrafo do livro O Centro Histórico da Cidade do Salvador, de Juarez Duarte Bomfim, na sexta-feira, 28 de outubro, às 16 horas, no Stand da UEFS Editora.

A Bienal do Livro da Bahia é o evento literário mais importante do estado. Nesta 10ª edição, os visitantes terão a oportunidade de se aproximar dos seus autores favoritos, além de conhecer muitos outros, folhear livros, viajar por lugares desconhecidos e imaginários, participar de atividades culturais que têm o livro e o autor como astros principais.

Na sexta-feira, 28 de outubro, às 16 horas, haverá o lançamento e momento de autógrafo do livro O Centro Histórico da Cidade do Salvador, de Juarez Duarte Bomfim, no Stand da UEFS Editora

A 10ª Bienal do Livro da Bahia inicia-se sexta-feira, 28 de outubro e vai até 06 de novembro de 2011.





quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Declarações do reitor da UFRB sobre o fiasco da universidade

Continua repercutindo negativamente entre a população do Recôncavo baiano, as declarações do reitor Paulo Gabriel Nacif sobre os descaminhos da UFRB. As referidas declarações foram postadas num vídeo na internet pelos estudantes que ocuparam, durante 40 dias, as instalações da instituição para cobrar reivindicações. A declarações também repercutem negativamente entre a comunidade acadêmica. Através da assessoria de imprensa da UFRB, Paulo Gabreil Nacif reagiu e acusou o estudantes de terem manipulado a gravação do vídeo. O vídeo polêmico encontra-se no YoTube "Diário da Ocupação da UFRB".

Comunidades rurais ganham equipamentos esportivos

O prefeito do município de Cachoeira, Tato Pereira(PP) inaugura nesta sexta-feira uma quadra poliesportiva no povoado do Ponto Certo, às 19h. Na oportunidade, o prefeito também entregará aos moradores a obra de pavimentação da rua onde a quadra foi construída. No sábado(29) será a vez do prefeito Tato Pereira inaugurar uma quadra poliesportiva no povoado do Tupim e o calçamento de ruas daquela localidade, às 19h.

NOTA DE PESAR


O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia - SINJORBA vem a público manifestar seu pesar pelo falecimento do jornalista WELLINGTON FONSECA RIBEIRO, o popular "Major", 62 anos, ocorrida no final da noite de ontem. O jornalista atuou em A TARDE, no Jornal da Bahia e na Secretaria Municipal de Comunicação Social, entre outras mídias. Poeta e contestador por natureza, presidiu o Diretório Acadêmico da Escola de Biblioteconomia e Comunicação da UFBA, atual Faculdade de Comunicação, durante a ditadura militar. Após retornar do estágio em Brasília, Major foi preso por discursar contra a ditadura na Reitoria da Ufba e internado arbitrariamente no Hospital Psiquiátrico Ana Nery, de onde fugiu três meses depois, após ficar amarrado em isolamento e dopado por drogas. Filiado desde 04/03/1980, o jornalista será lembrado por seus amigos pela firmeza de suas posturas políticas, sua defesa do meio ambiente através do livro “Mato Verde-Mato Verde, Amazônia-Amazônia”. Incansável, atualmente liderava o Movimento Cristão em Defesa do Metrô, que propõe a adoção do nome do papa João Paulo II para o equipamento de Salvador. Com sua ida, fecha-se mais um capítulo do jornalismo romântico da Bahia, que gerou grandes personagens, os quais deixaram a marca do caráter humanístico e corajoso, marca registrada dos jornalistas.

Salvador, 26 de outubro de 2011

Marjorie da Silva Moura

Presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia - SINJORBA

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Mãe Filhinha festeja 108 anos de vida com vigor e axé


Com uma missa celebrada em ação de graças ,rezada na capela da Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte, a yalorixá Narcisa Cândida Conceição, "Mãe Filhinha", comemorou nesta terça-feira(25) junto ao filho Menezes, filhos e filhas de santo e um grande número de amigos, o seu aniversário de 108 anos de vida. Após a missa, houve uma grande festa em sua residência na Baixa da Olaria, com a presença da Filarmônica Lyra Ceciliana reggida pelo talentoso maestro Jai. A festa foi prestigiada pelo advogado José Luiz Bernardo, presidente da Lyra Ceciliana, pelo ex-secretário de Cultura e Turismo de Cachoeira, Antônio Moraes Ribeiro, o produtor cultural Valmir Pereira, algumas integrantes da Irmandade da Boa Morte, daqual a yalorixá aniversariante também faz parte. (Foto: A aniversariante dança valsa com o seu filho Menezes, ao som da Lyra Ceciliana.

Morre o jornalista Wellington Fonseca Ribeiro

Morreu nesta terça-feira(25), no Hospital Roberto Santos, o jornalista Wellington Fonseca Ribeiro, conhecido entre colegas e amigos como "Major". O jornalista foi protagonistas de diversas fatos que marcaram a história da antiga EBC(Escola de Biblioteconomia e Comunicação da Universidade Federal da Bahia, no final dos anos 70 e início de 80. Ele estava internado desde sábado no Hospital Roberto Santos, pra onde foi levado em estado gravíssimo. Portador do vírus da hepatite C, ele estava em tratamento, mas desenvolveu, ao que consta, cirrose hepática. Colegas aguardam a chegada de um irmão dele, editor em um jornal de Minas Gerais, para tratar do sepultamento.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Antologia Rabiscos de desenho e arte contemporânea chega em Cachoeira para lançamento e oficina

No dia 28 de outubro (sexta-feira), a partir das 19 horas, o Pouso da Palavra, em Cachoeira, receberá o lançamento da Antologia Rabiscos de Desenho e Arte Contemporânea.

O livro, que será distribuído gratuitamente, apresenta seleção de trabalhos de sete jovens artistas baianos que transitam entre diversas linguagens gráficas, tendo como expressão principal o desenho. Foram escolhidos quatro artistas provenientes do interior da Bahia – Marcio Junqueira, Don Guto, Carol Belmondo e Zé de Rocha – e três desenhistas soteropolitanos – Daiane Oliveira, Bruno Marcello e Davi Caramelo. As artes presentes na coletânea estão dividas em duas seções: uma que apresenta trabalhos coloridos e outra que reúne obras em preto-e-branco e tons de cinza, resultando em mais de quarenta desenhos reunidos nas cem páginas da edição.

Colaborou com a capa da Antologia Rabiscos o veterano artista argentino Jorge Abel Galeano, que também ilustrou as páginas que abrem e fecham a seção de trabalhos coloridos. O crítico de arte e pesquisador Leandro Furtado assina o texto de posfácio.

O lançamento contará com exibição oficina de desenho do artista Bruno Marcello (http://bua.blogspot.com/). As inscrições para a oficina serão feitas através do blog www.antologiarabiscos.wordpress.com

A Antologia Rabiscos é um projeto editorial ligado à Coleção Rabiscos, editada pelo Museu de Arte Contemporânea Raimundo de Oliveira – Feira de santana. Nascida em 2010, a Coleção Rabiscos publica pocket booksde desenho. Esta antologia aposta num formato maior e com melhor acabamento que procura ampliar o alcance e divulgação das artes visuais baianas.

O projeto da Antologia Rabiscos é apoiado e financiado pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), possui apoio do MAC e da Balão de 2 – Narrativas e Arte Sequencial .

Governo joga fora dinheiro com a Boa Morte




Milhares de folhetos elaborados pela Bahiatursa para divulgar a Irmande de Nossa Senhora da Boa Morte, cuja festa anual foi tombada como patrimônio imaterial do estado da Bahia, podem ter sido incinerados por iniciativa de pessoas que se dizem representantes da secular confraria, embora não pertençam formalmente ao grupo reliogioso. A radical iniciativa, seria adotada como forma de retaliar a Secretaria de Turismo do Estado da Bahia, que tanto tem apoiado a secular irmandade cachoeirana composta exclusivamente por mulheres negras ligadas ao candomblé, pelo fato de o referido folheto trazer como ilustração, a imagem de uma senhora que não é membro da confraria. Apesar do material publicitário não fazer qualquer referência à senhora como integrante da Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte, os folhetos teriam sido queimados por um empregado de uma mulher que se diz representante da confraria, segundo ela mesma admitiu na presença de várias pessoas. A atitude intolernate e perversa só traz prejuízos para aimagem da secular Irmandade que tem adotado censurado como se fosse a inquisição medieval publicações pagas pelo governo baiano com o dinheiro do contribuinte. A Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte deve expliações à sociedade e ao governo do estado por ter destruído os folhetos que foram entregues no mês de agosto por ocasião da festa da confraria.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Secretaria de Saúde promove qualificação pedagógica para servidores


A Secretaria de Saúde de Cachoeira está realizando atividades do projeto “Acolhimento Pedagógico” para todos os servidores da rede de saúde do município. De acordo com a enfermeira Andréa Rocha, uma das facilitadoras do programa, “o projeto faz parte da proposta de qualificação da estratégia da saúde da família que busca receber e introduzir os trabalhadores no processo de educação permanente com a perspectiva da significação dos conceitos pressupostos e diretrizes do SUS (Sistema Único de Saúde)”.

O primeiro módulo do projeto será encerrado nesta quinta-feira (19), no prédio da FTC em Cachoeira, onde as atividades estão sendo centralizadas. O segundo módulo terá início no próximo dia 26 de outubro e se estenderá até o dia 31. Ao todo serão quatro módulos com três dias de programação que serão encerrados no dia 30 de novembro.

O projeto “Acolhimento Pedagógico” consta de ações a exemplo de encontros presenciais entre facilitadores e educandos com o objetivo de proporcionar a relação de troca de experiência e problematização da prática do trabalho das equipes em conexão com os conteúdos teóricos. “Espera-se que no momento de interação pedagógica os educandos possam consolidar conceitos e produzir novas sínteses a cerca dos temas abordados a partir da troca, reflexão e leituras complementares”, explicou a facilitadora Andréa Rocha. O programa prevê ainda o momento de interação com o trabalho e atividades práticas.

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Prédio da Boa Morte pertence a particular


Durante muitos anos, a Secular Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte lutou para ter a sua sede própria. No início da década de 90, um grupo de professores e intelectuais afroamericanos se reuniram compraram com seus próprios recursos um imóvel em ruínas na Rua 13 de Maio, centro histórico da cidade de Cachoeira, para abrigar a honorável irmandade composta mulheres negras, vinculadas ao candomblé, na sua maioria, senhoras de parcos recursos financeiros, mas abastadas de devoção à Nossa Senhora. Na casa adquirida pelos afroamericanos não cabia o projeto arrojado de uma sede à altura da importância da secular irmandade, um símbolo vivo da luta contra o preconceito racial e aintolerância religiosa. O então prefeito da época Salustiano Coelho de Araújo doou para irmandade um outro prédio arruinado que já pertencia ao munícipio para o projeto da Boa Morte. Ainda assim, era necessário mais espaço para a execução do projeto que abriga capela, recepção, cozinha, copa ,espaço privado restrito às irmãs, dormitórios, sanitários e um salão para exposição. Particulares, então, adquiriram um imóvel em ruína com acesso pelo Largo da Ajuda para a execução do projeto arquitetônico completo. No entanto, o imóvel que integra o conjunto da Boa Morte, atualmente pintado de vermelho e onde foi construida a cozinha, copa, sanitários externos e alas privadas no piso superior até os dias atuais não foi doado formalmente à Irmandade, ainda assim, há investimentos por parte do governo do estado. Atualmente, o governo do estado investe em um projeto de implantação do memorial da secular Irmandade de Nossa Senhora da Boa Mortre de Cachoeira, incluindo o imóvel particular que integra o conjunto. Ao restaurar os prédios num projeto interligado para servir de sede à Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte, não foi observado que um dos imóveis pertence a particulares. Pergunbta-se: Por quê até hoje o prédio não foi formalmente doado à entidade? Por quê o governo insiste em investir recursos públicos em um imóvel particular? Será que os donos ou donas do referido imóvel têm ingerência na manutenção do culto à Nossa Senhora da Boa Morte? Perguntar não ofende.

II Conferência Municipal da Criança e do Adolescente

Será realizada na próxima quinta-feira,20, a II Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, no Centro Paroquial, das 8 às 17h. A iniciativa é do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Secretaria de Assistência Social e Trabalho e Prefeitura Municipal de Cachoeira.

Exposição mostra hoje em São Félix a história da Santa Casa da Bahia

Será aberta, logo mais às 18h, no Centro Cultural Fundação Dannemann, em São Félix, exposição sobre a história da Santa Casa de Misericórdia da Bahia. O evento contará com a presença do provedor da Santa Casa de Misericórdia da Bahia, José Antônio Rodrigues Alves, ex-secretário de Saúde do Governo do Estado e ex-prefeito do município de São Félix. A mostra consta de paineis com textos e fotografias antigas e atuais que registram a memória e a evolução da instituição. A exposição é itinerante e o projeto seguirá para outras cidades, após a mostra de São Félix. Da programação de abertura da mostra no Centro Cultural Dannemann, consta apresentação da Filarmônica União Sanfelista e coquetel para os convidados. A exposição ficará aberta ao público até sábado. Além do provedor da Santa Casa da Bahia, José Antônio Rodrigues Alves, também estão sendo aguardados todos os demais membros da diretoria da instituição.

Mostra Premiados Panorama em Cachoeira


O Cineclube Mário Gusmão realiza, nos próximos dias 19, 20 e 21/10, de quarta a sexta-feira, às 19h30, na Galeria Hansen (Manoel Vitorino n.12, em frente ao Colégio Sacramentinas), a mostra Premiados Panorama Internacional Coisa de Cinema 2011.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Pré lançamento do Haikai para Akira em Cachoeira


A publicitária e escritora Iguabira Veras aproveitou o embalo da Flica para fazer, em Cachoeira, o pré-lancamento do seu livro "Haikai para Akyra", uma homenagem ao centenário de nascimento do cineasta japonês Akyra Kurosawa. Para homenagear o mestre do cinema, Iguabira, nascida numa colônia de japoneses no Paraná, utilizou o haikai, a forma poética , que valoriza a concisão e a objetividade. Os poemas têm três linhas, contendo na primeira e na última cinco caracteres japoneses (totalizando sempre cinco sílabas), e sete caracteres na segunda linha (sete sílabas). (Foto: Iguabira Veras ao lado do escultor Fory)


Thayná na Flica


A garotinha Thayná participou da Flica(Festa Literária Internacional de Cachoeira) encerrada no último domingo. Na foto a pequena visitante ao lado do escritor e artista gráfico Enéas Guerra autor do livro infantil "O Vaporzinho".

Comunidade da Murutuba recebe casa de farinha mecanizada


O prefeito Tato Pereira ao lado do vice Wilson Lago e do vereador Carlos Pereira, inaugurou na última sexta-feira, a Casa de Farinha Comunitária do Sobrado, povoado da Murutuba, na zona rural de Cachoeira. A inauguração foi realizada em clima de festa por parte das famílias de pequenos agricultores que serão beneficiadas com a obra da prefeitura municipal. O ato foi prestigiado pelos secretários da administração municipal: Valdo Aleluia, Leonardo Boaventura, Hudson Torres, Carlos Alberto Fraga Lobo, Roberto Barreto, além de assessores.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

O magnífico da UFRB está na net

www.youtube.com

Artistas baianos prestigiam o Ateliê do escultor Fory


Um dos pontos mais badalados destes dias de eferverscência cultural na cidade histórica por conta da realização da Festa Literária Internacional de Cachoeira, é o espaço Fory Escultor- Arte& Culinária, na Rua 13 de Maio, no Centro Histórico. Artistas, jornalistas, produtores culturais, universitários e intelectuais estão sempre marcando presença no local, a exemplo dos atores Dody Sá e Jakson Costa, dentre outros. Na foto, junto com os atores que brilham nos palcos, na telinha e na telona, os cachoeiranos Fory e Valmir do Grupo Gêge Nagô.

Flica prossegue nesta quinta-feira com muitas atividades

A programação desta sexta-feira começa logo mais, às 10h, na Ordem Terceira do Carmo com o debate do tema “História e Negritude”, tendo como convidados Joel Rufino dos Santos, Ana Maria Gonçalves e Luisilinda Valois. A partir das 15h, será a vez da abordagem sobre o tema “Letras e Tetras: o Samba na Realidade e na Ficção”, com escritor, cantor e compositor Nei Lopes. Às 19h, a mesa colocará em pauta “O Contexto Racial nas Américas” com Nei Lopes, Rodrigo Constantino e Liv Sovik. A programação cultural será animada pela apresentação do Samba de Roda Suerdieck, às 22h no palco da Feira do Porto. O público também pode participar de diversas atividades culturais que estão acontecendo como parte da programação paralela da 1ª edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira, centralizadas na Praça da Aclamação, Pouso da Palavra e no Museu do Iphan. Neste último local, estão acontecendo shows com artistas regionais promovidos pela Rede Bahia de Televisão. A empresa também montou uma exposição sobre o Centenário do escritor Jorge Amado. A Fundação Pedro Calmon é a responsável pela programação da Praça da Aclamação e do Pouso da Palavra.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Cachoeira e São Félix assinam termo de adesão ao Prodetur


As prefeituras de Cachoeira e São Félix, municípios do Reconcavo Baiano, localizados na Zona Turística Baía de Todos-os-Santos, assinaram ontem pela manhã, no gabinete do prefeito de Cachoeira, Tato Pereira, o termo de adesão para participação no Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), que prevê investimentos de US$ 85 milhões e contará com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e Governo Federal, através do Ministério do Turismo.

O ato contou com a presença do secretário de Turismo, Domingos Leonelli e dos prefeitos Tato Pereira (Cachoeira) e Alex Sandro Aleluia deBrito (São Félix). O documento estabelece as atribuições de cada esfera dentro da iniciativa que prevê a requalificação turística da Baía de Todos-os-Santos, principalmente com relação ao turismo náutico. A assinatura do documento foi testemunhada pelo professor Ubiratã Castro, presidente da Fundação Pedro Calmon. O ato contou, ainda, com a presença do secretário de Cultura e Turismo do município de Cachoeira, Lourival Trindade Filho.

Para o secretário de Turismo, Domingos Leonelli, que também visitou a Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica, “o Prodetur vai consolidar Cachoeira e São Félix como municípios culturais e turísticos do Estado”. O prefeito Tato Pereira destacou a importância da adesão do município ao Prodetur para a viabilização de obras de infra-estrutura para o desenvolvimento turismo náutico. “Com o Prodetur, Cachoeira será beneficiada com a implantação de equipamentos, como atracadouros no Rio Paraguaçu para incrementar o turismo náutico. Por sua vez, o prefeito Alex Sandro Aleluia de Brito, do município de São Félix, também considerou relevante a adesão ao programa. “São Félix, agora começa a participar de ações integradas que visam o desenvolvimento das duas cidades históricas, beneficiando assim, todo o Recôncavo”, disse o prefeito.

Flica agita Cachoeira


A 1ª edição da Flica(Festa Literária Internacional de Cachoeira) chega nesta quinta-feira ao terceiro dia movimentando a vida cultural da Cidade Heróica e Monumento Nacional. A programação repleta de atividades tem atraído um público bastante signficativo. O evento literário está contribuindo também para incrementar espaços culturais, hoteis, pousadas, bares e restaurantes. São muitas opções para os visitantes. O consagrado designer gráfico, escritor e editor Enéas Guerra, montou um espaço cultural na sede da Fundação Maria Cruz, onde estão sendo comercializados títulos diversos de autores baianos. O livreiro Papa Léguas, montou seu estande de vendas no prédio da lan house de Felipe Vacarezza, na Rua Paulo Filho, no centro da cidade. O escultor Fory abriu as portas do seu ateliê de arte e culinária com um diversificado cardápio. O porão K'Fua, no baixo da Pousada da Ajuda, totalmente repagiando pelo artista plástico Guguy Martinez, transformou-se no ponte de várias tribos. Na foto, o ator baiano e atual apresentador do Programa Aprovado da Rede Bahia de Televisão, Jakson Costa com amigo Fory.

"Política é arte do Demônio"

A frase é atribuída ao jornalista Jorge Calmon, que, durante décadas, foi diretor de redação do Jornal A Tarde, testemunhando ao longo dos anos, muitas histórias de políticos e da política baiana. Presenciando alguns fatos contemporâneos, tudo leva a crer que o experiente Jorge Calmon, caso fosse verdadeiramente, o autor da citada frase, estaria coberto de razões.

Às vésperas do prazo de encerramento das filiações partidárias para os pretendentes aos mandatos de prefeito e vereador nas eleições municipais de 2012, o Partido dos Trabalhadores, sempre tão diligente em investigar as convicções ideológicas de seus candidatos a filiados, até mesmo com ridículas sabatinas inquisitórias, jogou o jereré e pescou para seus quadros todo tipo de político, inclusive aqueles tão duramente atacados pelos dirigentes da sigla. Na batalha para marcar pontos nas eleições municipais, o PT baixou a guarda da patrulha supostamente ideológica e recebeu, os chamados pelos petistas de "políticos medíocres", "direitistas", "oportunistas" etc.

Com a sigla repleta de ex-adversários, dirigentes do PT de alguns municipos, agora, articulam um golpe mortal contra candidaturas dos novissímos companheiros. Estão em busca de nomes até mesmo de outras siglas para apoiar para o cargo de prefeito. Motivo? Seria a desconfiança do comportamento dos novos aliados. Criaturas do além e as catacumbas são testemunhas de trama tão macabra. Que arrepio!

Eventos sobre África e Diáspora começaram ontem em Santo Antônio de Jesus


Entre os dias 12 e 16 deste mês, o Campus V da UNEB, em Santo Antônio de Jesus, sedia o III Congresso Baiano de Pesquisadores Negros (CBPN) e o III Seminário Internacional Áfricas: historiografia e ensino de história da África. As ações acontecem simultaneamente.

A organização dos eventos, que trazem o tema África e Diáspora: para além das fronteiras, conta com o apoio do Núcleo Interdisciplinar de Estudos Africanos e Afro-Brasileiros (Afrouneb), vinculado ao Departamento de Ciências Humanas (DCH) do campus, e do Centro de Estudos dos Povos Afro-Índio-Americanos (Cepaia) da UNEB.

A iniciativa é franqueada ao público externo e pretende reunir cerca de 600 pessoas, entre estudantes, professores, pesquisadores e comunidades quilombolas.

A programação dos eventos prevê a realização de conferências, mesas-redondas, minicursos e apresentação de comunicações científicas sobre temas como educação e relações étnicas, educação básica da Bahia, história e cultura afro-brasileira, questões urbanas e racismo, gênero e contemporaneidade e saúde da população negra.

Destaque para as conferências que serão proferidas pelos pesquisadores africanos Severino Elias Ngoenha e Armindo Ngunga, ambos de Moçambique, e Claudio Furtado, de Cabo Verde.

O III Congresso Baiano de Pesquisadores Negros (CBPN) e o III Seminário Internacional Áfricas são uma realização da Associação Baiana de Pesquisadores Negros (APNB) e da Rede Internacional de Estudos Africanos e da Diáspora (Readi).

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Cachoeira vai aderir ao Prodetur Nacional, amanhã.

O prefeito de Cachoeira, Tato Pereira, assina amanhã, às 11h, na sede da prefeitura, documento de adesão do município ao Prodetur(Programa de Desenvolvimento do Turismo) Nacional. A assinatura será com os secretários estaduais Albino Rubim, da Cultura, e Domingos Leonelli, Turismo. O ato contará com a presença do secretário de Cultura e Turismo de Cachoeira, Lourival Trindade, além dirigentes das secretarias estaduais de Cultura e do Turismo.

Os Programas Regionais de Desenvolvimento do Turismo buscam organizar as intervenções públicas para o desenvolvimento da atividade turística, através de prévios processos de planejamento das regiões turísticas. A partir do planejamento das áreas turísticas prioritárias são propostas intervenções públicas a serem implantadas de forma que o turismo venha a constituir uma verdadeira alternativa econômica geradora de emprego e renda principalmente para a população local.

Os investimentos do Programa são operacionalizado pelo Ministério do Turismo (MTur), que orienta tecnicamente as propostas estaduais e municipais; em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e com a Corporação Andina de Fomento que atuam como financiadores internacionais. O Programa inclui ações nos âmbitos regional, estadual e municipal.

O programa conta com a adesão de 20 estados e 12 municípios, totalizando mais de US$ 870 milhões em propostas de financiamento aprovadas pela Comissão de Financiamentos Externos - COFIEX - e outros US$ 781 milhões aguardando aprovação.